365 dias sem nenhuma palavra

Um ano, cinquenta e duas semanas, trezentos e sessenta e cinco dias, oito mil setecentos e sessenta horas sem te escrever, nenhuma palavra sequer. Esse foi o tempo que levei para fingir que você realmente não importava mais, e olha só, depois desse bocado de tempo, percebi que fui totalmente e novamente estúpida. 
Você pode morar longe, se mudar, namorar outro alguém, fazer planos com esse alguém, no caso essa, que eu continuarei aqui, fingindo que não tem nada de errado, fingindo desacreditar em um amor que só existiu em mim. Não é possível, a minha ignorância e idiotice me fez perder mais um ano, exatamente isso, mais um ano, mais um ano de muitos que irei perder. 
Sim, é exatamente isso, eu sou uma completa idiota, não preciso me descrever, porque apesar de toda confusão, de ter se passado tanto tempo, você sempre será, sempre será, aquele que me conhece da forma mais íntima e profunda que alguém pode conhecer a outra. Minhas feridas estão vinculadas as suas, meus medos, meus sentimentos, minha alma. 
Queria entender o motivo de tudo isso, entender o que eu lhe fiz, queria entender o que fiz para que a vida fosse tão maldosa, para que meu cupido entregasse os pontos e pedisse demissão, entender o fato de você não estar aqui. Afinal, essa sim é uma boa pergunta, talvez uma das mais importantes, por que diabos você não está aqui? Já sei, bem sei… Você se foi. 
Talvez isso seja apenas uma ilusão da minha pobre e imatura imaginação, menina idiota e sonhadora, romancista de nascença, apaixonada pelos contos de fadas que se esqueceu de perguntar o que vem depois do “viveram felizes para sempre…”. 
Eu acreditei em você e você friamente se foi, e me deixou, com meus fantasmas e demônios, você me transformou em gelo, e as pessoas ao meu redor não imaginam o tamanho do meu iceberg, não imaginam o caos que existe dentro do meu peito, não fazem ideia da dor e do sofrimento que sinto e senti. 
Você sempre será o pior da historia, apesar da cara de bom moço, você é o vilão de tudo isso, você cortou e corta os pulsos, o coração e a vida que houve em mim. Você desfez tudo o que eu construi com uma passagem de avião, com a falta de uma despedida, com uma traição, com uma musica. Você merece parabéns, o Oscar, o Grammy, o titulo de pior homem do mundo como dizem as musicas da atualidade. Você merece você, sem um pingo de dor ou remorso, nem mesmo compaixão, eu te desejo alguém como você, desejo uma ferida, uma tristeza. 
E mesmo depois de expressar ou de melhor não expressar raiva alguma, de não expressar nada, nem mesmo a metade do que você me fez passar, eu lhe digo as duas palavras que sempre, constantemente saberei te dizer, te amo.

Comentários no Facebook