7 atitudes para repensar e transformar o próximo ano

 

Leia esse post escutando a playlist do Spotify com suas músicas mais escutadas do ano. É assim que eu escreverei esse post e é assim que tiro as conclusões para um 2018 ainda melhor, mais saudável, mais inspirador e ainda mais surpreendente.

Sabemos que não temos o controle sobre o tempo. Sobre ocasiões inesperadas e muito menos sobre o destino – Deus – mas há algo que começa em nós. Sempre há algumas coisas parar arrumar, colocar em ordem, trocar de lugar e outras matar de vez dentro da gente.

Observando as pessoas a minha volta, eu mesma e as redes sociais cheguei há algumas conclusões que sei que para todos iria ser um grande começo para uma autoavaliação ainda melhor e assim declarar de vez algumas mudanças para o próximo ano. Vamos começar:

1. Quem está no topo do seu Whatsapp:

Será que as pessoas com que você se relaciona te fazem bem? Preste atenção nas pessoas a sua volta e pensa se elas te fazem mais bem ou mal, é uma matemática simples. Concluindo você já sabe qual atitude tomar. 

Questões de relacionamentos, por mais sejam simples amizades, são coisas sérias e que podem ter influências muito negativas sobre nós. Esteja com pessoas que te aproximem do bem, que te inspiram e que te fazem ser uma pessoas melhor. E lembre-se, errar é humano e todo mundo erra. Vale a pena rever alguns casos e declarar perdão. 

2. Pare de se comparar:
Eis o mal do século. As redes sociais, as famosas “blogueirinhas” e etc muito nos inspiram, mas devemos sempre observar se este nível de inspiração é saudável. Hoje, muito se vê pessoas com baixa autoestima e com sentimento de inferioridade referente ao vício de se comparar. Quando nos comparamos nada nunca está bom, nada nunca é satisfatório. Aliás, sempre haverá algo que não conseguiremos suprir, por mais que façamos tudo, sempre há alguma coisa que não parecerá o bastante E ISSO É NORMAL. 

É normal não sermos perfeitas fisicamente, e eu te conto um segredo: ninguém é perfeito fisicamente. É só maquiagem, photoshop, angulo, edição, e sinceramente, nem com tudo isso alcançamos a perfeição. Lembre-se, um coração grato aformoseia o rosto. 

3. Agenda ocupada é diferente de agenda produtiva:

O tempo é escasso. Ele passa rápido. Corre. Voa. Não fique parado olhando o tempo passar e você fazendo o que não gosta, o que te frustra. Corra atrás do que você quer, seja produtivo, organize sua agenda de uma forma diferente. Mude seus planos, seja criativo. Há tempo de sorrir e tempo de chorar, tempo de fazer o que gosta e tempo de fazer o que não gosta, há tempo para todas as coisas. Seja produtivo!

4. Faça o que te inspira a ser melhor:

Todos nós precisamos tirar um tempo para fazer somente aquilo que nos traz paz. Aquilo que faz nosso coração bater mais forte. A agenda tá corrida? tá, mas tente tirar um tempo para fazer aquilo que te faz feliz, te inspira e te faz ser uma pessoas melhor. Sempre há algo que nos faz bem, nem que seja meia horinha do nosso dia ou algum dia da semana, quem decide é você. A questão é, devemos ter a hora de fortalecer o nosso hobby – podemos apelidar assim. 

5. Não tenha medo de passar vergonha:

Não, nunca, never, jamais, deixe de fazer algo que você quer por vergonha do que as pessoas vão pensar. Parece bobo, mas acredito que muitos escondem seus talentos atrás da cortina do botão de “descartar” do insta, ou da rede social que for. 

Se você gosta vai em frente. Não tenha medo de fazer algo só porque alguém pode criticar. Na mesma maneira que podem haver críticas negativas podem haver positivas. Segue firme e faça o que você gosta e quem sabe, mostre ao mundo – ao invés de descartar clique em postar. 

6. Tire um tempo para você:

Se autoavalie. Obtenha autoconhecimento. Só assim você consegue ver o que precisa mudar, melhorar. Quando reservamos um tempo para nós, nem que seja só para refletir sobre o dia, assistir algum vídeo ou ler um livro, nós sabemos o que devemos mudar, como devemos melhorar algumas coisas e nos tornamos pessoas melhores.

Minha dica é: ligue o som. Coloque aquela música que te faz relaxar e faça uma análise. Se conheça e assim você vai saber o que deve ser arrumado dentro de você.

7. Seja grato:

Certa vez ouvi a frase, se tem louça é porque teve comida, seja grato! Quantas vezes do nossos dias passamos reclamando? Se na sua conta deu que você reclama mais do que agradece algo precisa mudar. A gratidão nos faz viver com outra perspectiva. Parece simples, mas ela realmente muda tudo. Ela muda a forma que olhamos para outras pessoas, a forma de olhamos para nós mesmos e para tudo que nos rodeia. 

Seja grato pela vida, por coisas mais simples que seja, apenas seja grato e verá que é a melhor opção para se viver: uma vida de gratidão. 

Todos esses assuntos me tocam dia após dias. Há algo muito mais profundo para ser avaliado em cada tópico desses, com a minha vida eu já vou começar, que tal avaliar a sua agora? 

Qualquer dúvida, desabafo, conversas e etc, minhas redes sociais estão aí. Espero que tenha um feliz natal e um 2018 ainda melhor!

Post anteriorPapai Noel não dá presentes à toa
Próximo post8 coisas que você precisa saber sobre os leoninos
Olá, eu sou a Marina ou Nina. Durante a minha vida tive alguns blogs e desde então nunca deixei de me expressar pela escrita. Sou toda uma bagunça, mas descobri um Pai que sabe dar um jeitinho nisso tudo dentro de mim. Apaixonada por música, cinema, fotografia, livros e acima de tudo Deus. Uma relação de amor e curiosidade com os instrumentos musicais, especialista em boas trilhas sonoras e roteiros inesperáveis e que nunca deixará de acreditar que o amor pode mudar tudo. Prazer, espero que gostem!
COMPARTILHAR

Comentários no Facebook