É muito mais fácil culpar os outros do que assumir a própria bagunça

A gente cresce, alguns amadurecem (outros demoram mais para isso), mas a vida adulta chega para todos, isso não tem como fugir. As responsabilidades aumentam, você precisa assumir vários projetos ao mesmo tempo e sambar para dar conta de tudo. Pessoas entram e saem da nossa vida a cada ano que termina. Amigos vão e vem, infelizmente. Brigas acontecem, situações desagradáveis aparecem, e no final das contas, a culpa acaba aparecendo. Fomos criados de uma forma que sempre haverá um culpado na história e, para algumas pessoas, a culpa sempre é dos outros. Nunca dela própria.

Ninguém gosta de admitir os próprios erros, deitar a cabeça no travesseiro antes de dormir e lembrar que não foi bem na prova simplesmente porque não estudou. É mais fácil acreditar que a culpa é do professor que judiou na prova, cobrou mais matéria do que deveria. É mais fácil culpar a faculdade, que organizou o calendário de provas para uma data próxima à festa de final de ano dos amigos de infância.

Quando as coisas começam a dar errado, a gente logo se pega pensando de quem é a culpa. Sempre procuramos alguém para culpar, já que em toda história tem que haver um lado certo e errado.  O motorista do ônibus que é muito lento, mas é você quem está atrasado, resolveu adiar a soneca por mais dez minutos. O filho só conversa gritando e isso te irrita, mas ele aprendeu a gritar com quem? Ou então a culpa é de Deus, que não atendeu às suas orações, afinal, Ele que está fazendo você sofrer tanto assim.

Se as coisas dão certo, é tudo por causa do nosso esforço. Mas se algo dá errado, a culpa é de quem está mais perto para carregá-la. É aquela velha história: antes de apontar o dedo a alguém, sempre terão três apontados para você. Jogar a culpa em alguém não faz de você isento da situação. O problema vai continuar ali, porque ele está é dentro de você. A sua mente vai te fazer acreditar que, seja lá o que for que esteja acontecendo, é por causa do outro, quando na verdade tudo partiu de você.

Ninguém é perfeito. Pare de se sabotar. Olhe para dentro de você e  aceite que você também não é e nem deve ser. Perfeição é algo superestimado e sofrido. Não aceite os padrões que são vomitados na nossa cara todos os dias, 24 horas. Abrace as suas fraquezas e saiba conviver com cada uma delas. Dê ouvido às críticas positivas, não seja tão orgulhoso assim. Seja maduro emocionalmente. Nem toda história procura um culpado e tá tudo bem se a culpa for sua. Sempre há tempo para consertar.

Chega de jogar a batata quente para os outros, quando foi você quem esquentou. Se a culpa é sua pela vida que você leva, tudo bem também. Faça diferente. Acorde com ações, chega de viver só de pensamentos. Encare a vida de frente e faça algo positivo por você. Errou? Pisou na bola? Tomou atitudes que te prejudicaram? Beleza. Ficar reclamando e tentando encontrar o culpado não vai magicamente solucionar. Antes de tudo, assuma para você mesmo que a vida que você leva hoje é resultado do caminho que você escolheu no passado. Se não gosta de onde está hoje, mude. Saia do piloto automático e dê para sua vida a direção que você deseja. Não conheço nenhum ser humano que ao invés de pés possui raízes.

Conheça nosso Instagram de frases @1quartodecafe

Comentários no Facebook