Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros. R. J. Palacio criou uma história edificante, repleta de amor e esperança, em que um grupo de pessoas luta para espalhar compaixão, aceitação e gentileza. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade. Um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo o tipo de leitor.

Literatura Estrangeira / Ficção / Infantojuvenil

Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil. – Sr. Browne.

Auggie tem 10 anos e nunca foi para a escola, sua mãe o ensinava em casa. Mas tudo muda quando seus pais sugerem que ele passe a frequentar o colégio, para socializar e se sentir mais comum entre as outras crianças. Auggie fica receoso, a princípio, já que gostava muito da vida que levava até então: aprendendo em casa, brincando com Daisy – a cachorrinha da casa – e esperando Via, sua irmã mais velha, chegar da escola. Auggie vivia preso no próprio mundo, onde todos já estavam acostumados com sua diferença, mas agora é preciso sair dele.

Seus pais o convencem dizendo que ele poderia sair da escola quando quisesse e então Auggie faz uma visita a Beecher Prep, onde conhece crianças que podem, ao mesmo tempo, ser incríveis e maldosas.

A partir daí, a história se desenvolve mostrando Auggie conhecendo um mundo novo, enfrentando preconceitos, aprendendo coisas novas, mas também ensinando para os outros.

“Toda pessoa deve ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo”

Minha opinião: O livro é narrado por personagens diferentes, o que te permite sentir e saber a perspectiva de cada um. Podemos entender o aprendizado passado por Auggie a sua família e seus amigos, que amadurecem cada vez mais ao lidarem com as diferenças. Podemos entender que algumas crianças podem ser maldosas, mas é só por falta de informação, elas podem sim, ser mudadas pra melhor.

Para mim, esse é um dos livros mais importantes que já li e acredito que deveria ser lido por todos. É uma história que ensina sobre empatia, resiliência e tolerância de uma forma leve, chocante às vezes, mas necessária. É verdade sobre os olhos da criança.

“A grandeza não está em ser forte, mas no uso correto da força”

 

Trailer do filme: 

Facebook Comments