Desculpa ter ido embora sem olhar para trás. É que a nossa amizade estava me machucando. Se é que eu posso chamar o que tivemos um dia de amizade. Eu tive que me afastar. Estava me contaminando. As suas ironias sobre todas as minhas atitudes só me deixavam para baixo e todas as suas críticas despertavam crises de ansiedade em mim. Meu corpo não era legal, meu cabelo não tinha a cor que você queria, o meu peso importava mais que meu coração.

Sempre competindo com minhas conquistas. Nada do que eu fazia era suficientemente bom para você. Sabia que você não precisa me diminuir só para enxergar sua luz? Você não tem que pisar em mim para ser superior. Não podemos caminhar juntas? As suas coisas não precisam ser idênticas ou superiores às minhas, engole essa vontade de ser sempre melhor em tudo, porque sede eu nunca tive. Da minha parte, nunca nem houve uma competição. Nós éramos amigas-irmãs! Se o que você dizia sentir por mim era mesmo amor, eu desconheço tal sentimento.

Olhe para o espelho e veja seu reflexo. Você é linda. Deixe a sua luz sair de dentro de você. Você não precisa roubar e apagar a dos outros. A sua luz não precisa ser a mais chamativa do mundo, assim como você não precisa ser o centro dele. Admire sua própria beleza, alegre-se com suas conquistas. Tenha orgulho de quem você é e quem irá se tornar.

Eu me importei muito com você durante anos. Achei que todas as suas atitudes eram aceitáveis e que no fundo você só queria meu bem. Ou então que era apenas admiração da sua parte.  Achei que precisava ser suficiente para você. Ser amada. Querida. Custei a aceitar que a sua falta seria melhor do que aguentar esse ar de toxicidade.

A culpa de tudo nunca foi só minha. Não existe necessidade de sair por aí espalhando os meus segredos e contando os erros que já cometi. Eu sei conviver com eles e não preciso que o resto do mundo olhe para mim, enquanto eu caminho num domingo qualquer, sabendo cada passo torto que eu já dei um dia. Eu confiei em você todas as minhas profundezas e você foi vazia demais para mergulhar comigo. Enquanto eu caía na cara nas suas ondas, você só queria me afogar. Desculpa, mas para mim não dá mais.

Não desejo nada de ruim para você. Também não quero que se sinta mal. Muito pelo contrário. Desejo que um dia você olhe para trás e enxergue que o caminho não precisava ser da forma que foi. Nós podíamos ter sido melhores amigas para sempre.

Facebook Comments