O que você se tornou – carta aberta do seu antigo eu

Leia esse texto em apenas dois minutos

Caro leitor, se você pensa que eu previ tudo o que ocorreu nesse ano que passou, você está enganado. Eu nem imaginava que você iria conhecer essas pessoas, e nem passava na minha cabeça que aquelas outras iriam se afastar. E sobre as mudanças? Umas foram programadas, já outras… Ah, essas foram as melhores – as “outras mudanças” – aquelas que o tempo trouxe e o destino quis. Apesar da presença constante do medo e das inseguranças, foram elas que deram o gás pra você seguir em frente. Mas além das coisas nós também mudamos. Você e eu somos outras pessoas, já olhou pra trás e viu como meus pensamentos são diferentes? Não só as células se renovaram, mas tudo o que ocorreu durante o ano contribuiu pra modificar e evoluir, e olhando pra você eu sinto orgulho da minha evolução, me orgulho de quem eu me tornei.

Obrigada por não se precipitar e acreditar em mim quando eu dizia que tudo ia ficar bem. Eu não disse que as coisas iriam melhorar?! E que bom que houveram melhoras, porque pelos erros que eu cometi eu imaginava outra situação. Mas se é errando que se aprende, espero que você não cometa os mesmos erros que eu. A vida não foi como eu planejei, e eu não deveria ter sofrido tanto por antecipação. Meu conselho pra você: aproveite, tudo passa tão rápido, e às vezes a gente se arrepende mais por não ter feito do que pelas coisas que realmente fizemos, você sabe muito bem disso.

Enfim, os problemas atuais não vão acabar com o réveillon, mas queira pra esse novo ano que eles se resolvam, e faça de tudo pra começar com pé direito! Feliz ano novo, meu atual eu, que o nosso futuro seja repleto de coisas boas. Devo dizer um “até logo”? Acho que não… a gente não costuma voltar a ser o que era antes. Adeus.

Comentários no Facebook