A vida sempre chega num ponto final

Não precisa voltar agora, tudo já se ajeitou e está no seu devido lugar, inclusive os sentimentos que armazeno do lado esquerdo do meu peito. Não, não precisa voltar, custei a me ajeitar, a me enxergar e a te enxergar, e percebi que sou maior do que qualquer dor ou sofrimento, sou bem maior do que qualquer amor miúdo que não soube preencher esse mar de sentimentos que transbordam aqui dentro de mim.

Demorei pra perceber que realmente eu não sou pra qualquer um. Tem que ter essência, garoto. Ter caráter, fidelidade e vestir de verdade todos os dias, tem que ter coragem pra me assumir, pra se assumir e demonstrar que amor é muito mais que quatro letras e que nem sempre as mulheres vão acreditar nesse joguinho barato de “volta pra mim, porque eu ainda te amo”. Tem que ter maturidade pra assumir suas responsabilidades e parar de brincar com os sentimentos dos outros, tá passando da hora de perceber que coração é algo que se fere facilmente e que dependendo da pancada, custa um tempinho bom pra cicatrizar e como custa!

Pra me conquistar você precisa tomar um gole de felicidade todos os dias, gostar de café antes do por do sol e cafuné nos dias frios. Pra me conquistar você vai precisar cravar uma fé bonita no peito, amar Deus sobre todas as coisas, gostar de você, ter amor próprio, porque só assim você será capaz de distribuir amor de verdade pelos caminhos desta vida. Pra me conquistar vai ter que ter Borogodó, pegada não só de Corpo a corpo, muito mais que isso, atitude me ganha mais do que de palavras, tem que ter abraço apertado, beijo molhado, tem que pedir licença pra fazer morada aqui dentro de mim e não ir entrando como quem não quer nada. Meu coração é casa onde hospeda só quem realmente quer ficar, e não esta disponível pra visitação.

Não, não precisa voltar, fique ai no seu mundinho espetacular de interrogações, engula junto com sua cerveja gelada porções maiores dessas suas cruéis indecisões porque eu vou muito bem – obrigado – levando minha felicidade em constante reticências. Vai viver, chega de tentar sobreviver, eu tenho fome de amor de verdade, tenho o coração enorme e não me sustento com sentimentos pequenos. Vai, desfrute das belezas que essa saudosa vida te proporciona, para de perder seu precioso tempo com as futilidades e problemas que você mesmo arquiteta todos os dias, seja feliz, menino! Essa vida vai passar e o ponto final dessa história somos nós mesmos quem construímos ao longo dessa incrível jornada.

Texto do leitor TÁSSIO SANTOS. Quer enviar o seu também? Clique aqui.

Conheça nosso Instagram @1quartodecafe

 

Comentários no Facebook